builderall

Livros.

 Ao ler, estimulamos nossa memória, ampliamos o conhecimento e o vocabulário.
A leitura nos proporciona uma viagem sem sair do lugar, nos permite imaginar.
    Ao ler, nos preparamos melhor para escrever e compreender.
Os livros são instrumentos que nos conectam aos nossos sentimentos.
    Ao ler, sonhamos, planejamos e realizamos. Ler dissipa a solidão e dá voz ao coração.
Amplia a capacidade de escutar, assim como a de amparar e amar.
    Nas palavras de Mário Quintana, “Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são pessoas.
Os livros só mudam as pessoas.”

    Que você tenha ótimas leituras e grandes mudanças!!

Um livro que propõe um novo olhar para a vida. A morte é talvez o maior medo de boa parte das pessoas, além de ser ainda um tabu. No entanto, Ana Claudia Quintana Arantes nos mostra, neste livro, que a grande questão envolvendo a morte, na verdade, é a vida. Como estamos vivendo? Nossos dias estão sendo devidamente aproveitados ou vamos chegar ao fim desta jornada cheios de arrependimentos sobre coisas que fizemos – ou, pior, que não fizemos? Este livro apresenta uma reflexão fundamental para os dias de hoje, tempo em que vivemos com a sensação permanente de que estamos deixando a vida escorrer entre os dedos
Um dos mais importantes estudos psicológicos do século XX, 'Sobre a morte e o morrer' teve origem nos importantes seminários interdisciplinares da Dra. Elisabeth Kübler-Ross sobre vida, morte e transição.
Ela descreve as experiências de pacientes terminais, suas agonias e frustrações, numa tentativa de encorajar as pessoas a não se afastar dos doentes condenados, mas, antes, aproximar-se deles e ajudá-los em seus últimos momentos.
Num relato visceral, marcado pelo humor ácido e por toda a coragem e urgência de quem não tem tempo a perder, AnaMi conta como o contato com a morte transformou para sempre sua maneira de enxergar as coisas. Em busca da cura da alma, encontrou uma grande companheira de jornada, que enfrentava algo muito parecido e, nesse processo, descobriu a si mesma. Dessa parceria nasceu a conta @paliativas no Instagram, para provar que tratamento paliativo não é sobre morrer: é sobre viver.
É sobre ir à luta e viver apesar da doença. Inundar-se de gratidão a cada momento. Ressignificar a existência. Pois, para quem gosta de viver, nunca será tempo suficiente.
Indicado para leitores a partir de 6 anos.
Perder alguém que gostamos é algo muito difícil e doloroso. No caso das crianças, isso se torna ainda mais complicado, pois seu entendimento sobre a morte é restrito, dificultando a elaboração do luto. Nesse sentido, a orientação repousa no fato de que crianças precisam receber informações claras sobre a morte, para evitar a propagação de sentimentos como medo, insegurança e culpa.
Indicado para leitores de todas as idades.
 
Trata sobre o sentimento de perda, quando alguém que amamos morre ou precisa ir embora por algum outro motivo. A autora escreve de maneira simples, o que ajuda as crianças a identificarem e expressarem suas emoções, a aceitarem e aprenderem a lidar com a dor da perda, sempre de uma maneira saudável, esclarecendo que não é errado sentir raiva, tristeza ou chorar, nem rir, brincar e se divertir. Mesmo quando alguém se vai, as boas lembranças permanecem na memória e no coração de quem fica, e apresenta algumas ideias do que fazer quando se sente a falta do ente querido.
Indicado para leitores de todas as idades.
Quando mamãe e papai morrem, o sofrimento das crianças é profundo, mas nós podemos demonstrar nossa atenção e amor por elas, encorajando-as a dividir seus sentimentos de tristeza e perda. Podemos dar a elas o tempo e o espaço necessários para que elas se adaptem à nova situação e deem atenção aos questionamentos que virão. Nós podemos deixar que as crianças saibam que a dor do seu coração terá cura e que elas poderão ser felizes de novo, Podemos ouvir o lamento de seus pequenos corações e ajudá-las com amor e carinho.
Indicado para leitores a partir de 6 anos.
A morte sempre aparece, não importa o quanto tente evitar. Mas, se os dias de sol são divertidos porque sabemos que os dias de chuva virão, talvez a relação entre a vida e a morte também seja assim. É o que quatro crianças  vão descobrir quando a Morte aparece na casa da avó. Uma figura tão assustadora se mostra gentil admiradora da vida, e ensina a importância de despedir de quem ama na hora que ela chegar.
O conteúdo de Eu luto: Superando a dor da perda, é direcionado para aquelas pessoas que estão passando pelo processo de luto. O livro aborda: O que é o luto? Quais as fases do luto? Qual a importância de vivenciar e superar esse processo? Como lidar com ele: negando ou enfrentando? E também como a psicoterapia pode auxiliar a pessoa que está passando por um luto a elaborar sua perda